Fotografia para quem não é fotógrafo, toyart e café

Categoria Resenhas

Siga no Instagram

Capa de Atalhos para Photoshop

Capa de Atalhos para Photoshop facilitando a vida desde 2014. 

capa atalhos Photoshop

Coisas que facilitam o trabalho pra quem passa o dia inteiro na frente do computador: SIM! E com certeza uma das mais legais que veio parar no meu arsenal de “facilitadores do trabalho de todo dia” foi essa capa pro teclado com os atalhos do Photoshop. Se você usa muito a ferramenta e sabe todos os atalhos de cabeça, não acho que seja um troço necessário, mas se você é dos meus e mal lembra do próprio nome, essa capa acelera bastante o trabalho.

capa atalhos Photoshop

 

Ela é simplesmente uma capa de silicone que você coloca por cima do seu teclado ( nesse caso pro MAC) e te mostra todas as ferramentas e seus respectivos atalhos, assim você consegue fazer as coisas bem mais rápido em vez de ficar pescando na tela o que você precisa usar.

capa atalhos Photoshop

Como ela é só encaixada por cima, manter ela no teclado ou não o tempo todo é uma questão de adaptação. Dá pra digitar tranquilamente com ela por cima ou tirar e usar somente com o Photoshop.

A capa é de silicone lavável e esse modelo encaixa em Macbook Pro Retina, Macbook Pro lançados de 2008 pra cá, os Macbook Air de 13 e 11 e no teclado wireless da Apple também. Só precisa ficar atento porque se seu teclado tem aquela parte numérica no lado direito essa capa não encaixa e você precisa de outro modelo.

 

capa atalhos Photoshop

Dica: Na embalagem não fala nada sobre encaixar no Macbook Air de 11′, mas como esse é o meu e encaixou perfeitamente, eu digo que encaixa sim, sem problema nenhum. Caso você não use Photoshop, essa capinha também existe para Lightroom e Final Cut, mas DE NOVO, é outro modelo, então sempre leia direitinho antes de comprar a capa errada e botar a culpa em mim. 😉

Onde tem:

Amazon (dependendo da entrega que você escolhe, é super rápido. A minha foi entregue em 4 dias)

Ebay  (entrega feita pelo correio brasileiro, ou seja: senta e espera até Setembro)

Photojojo ( AMO Photojojo, mas a entrega, de novo, é do correio brasileiro. Apenas um exemplo: comprei na Photojojo no Natal e até agora não vi a cor da encomenda).

Mas ó: Se você usa muito Photoshop ou quer até aprender a usar as ferramentas mais facilmente, essa cover é super legal. Recomendo.

Já me segue? Instagram30 Days of ToysTwitterFacebookYoutube • Snapchat (luhtestoni)

Watershot para iPhone 4 e 4s

watershot primeira à esquerda

Poder fotografar com o iPhone dentro d’água ou ir pra praia com ele sem medo de fazer uma nhaca, quem nunca? graças ao grande número de acessórios e invencionices que andam lançando, isso já é beeeem possível. E um desses acessórios é essa Watershot!

watershot primeira à esquerda

Preciso nem dizer que fiquei bem louca quando descobri essa case pra fotografar com o iPhone 4s, né? ainda assim demorei um bom tempo pra me convencer de que prestava, já que o que a gente mais vê são esses sacos impermeáveis nos quais a foto sai horrível e cases que vazam e estragam seu iPhone, câmera e a única coisa que de tão é um baita prejuízo. Então, né? antes de resolver arriscar meu celular ali dentro eu dei uma boa olhada na Watershot pra ver qual é.

O manual de instruções é bem claro quando diz que a primeira coisa que deve ser feita é o teste de vazamento, pra você não chorar pelo celular ensopado depois. Abrir a case (aberta ela fica como essa foto debaixo, ó) colocar um papel ou lenço – eu tinha um ticket de supermercado na mesa, foi ele mesmo – fechar e deixar submerso por 5 minutos. Daí retira, seca bem por fora e abre. SE o papel tiver sequinho – o que foi o caso, ALELUIA! – a case tá boa pra ser usada. Se não, você já deve entrar em contato com o SAC da marca.

watershot primeira à esquerda

Depois do teste vem a hora da coragem verdade: você coloca seu estimado iPhone dentro da watershot. Como vocês tão vendo na foto debaixo, a watershot tem 3 botões pra você conseguir fazer o básico com a case fechada: acessar o botão Home, abrir o app da watershot e tirar a foto.

watershot primeira à esquerda

Sim, você tem que tirar as fotos pelo app da própria case, que você baixa de graça na App Store. É esse aqui:

watershot primeira à esquerda

O manual também avisa 2 coisas importantes:

Primeiro: Você deve deixar o app ali naquela barra debaixo, onde geralmente você deixa telefone, iTunes, Safari…saca? porque os botões são só aquele quatro ali, então pra abrir o app na água ele tem que estar num desses lugares.

Segundo: Você deve ir nas configurações do telefone e tirar o bloqueio automático da tela. Porque né? Se sua tela fechar, você não tem como deslizar o dedo e desbloquear, então vai ter que sair da água, secar tudo, abrir a case… enfim, RETIRE o bloqueio e seja feliz.

A case também vem com uma alça pra prender no seu braço e tal. A alça que vem na case eu achei muito frágil, uma onda maior e capaz do treco saltar e adeus telefone. É essa alça aqui:

watershot primeira à esquerda

MAAASS, se você é como eu que quer usar a case na praia, eles também tem essa bóia bacana aí debaixo, que também é da Watershot, que além de ser bem mais resistente no braço, deixa a watershot boiando caso você solte do braço, então fica mais fácil de achar. De qualquer forma, recomendo fortemente que use uma das duas pra depois não reclamar que Iemanjá quis levar seu telefone pra ela. A bóia é essa:

watershot primeira à esquerda

Eu ainda não tive tempo de testar no mar, afinal ela chegou aqui segunda-feira e alguém tem que trabalhar, mas já dei uma testadinha de duas, três fotos na piscina porque a curiosidade tava me MATANDO. Ficou assim:

watershot primeira à esquerda Luh TEstoni
watershot primeira à esquerda Luh TEstoni
watershot primeira à esquerda Luh TEstoni

Não ficou aqueeeela maravilha porque você tem que pegar o jeito, mas eu curti.

Antes que eu esqueça, algumas especificações:

Compatibilidade: iPhone 4 e 4s
Profundidade: Até 40 metros (dá pra ir mergulhar beeem de boa!)
Aceita tripé
Aceita lentes externas (também watershot)

Eu curti bastante, e assim que testar no mar – sábado, se São Pedro for legal – eu venho contar se deu tudo certo ou se a Rainha do Mar quis meu telefone.

Pra comprar: Amazon e Ebay. Só um aviso: a minha veio pela Amazon e foi taxada. Então né? preparação psicológica pra facada da fiscalização aduaneira. Mas ó, valeu a pena. 😉

Já me segue? Instagram30 Days of ToysTwitterFacebookYoutube • Snapchat (luhtestoni)

Wonder Apple Juice Camera

juice camera

Olha, vou nem começar esse post falando do tempo que faz que o blog tá parado, porque é muito muito vergonhoso pra minha pessoa, mas resumindo: estamos de volta. Eu sei que nesse tempo fiquei devendo um monte de post, como a revelação da Diana Mini, uns cosméticos que andei testando e tudo mais, mas acho que agora o ritmo de postagem vai voltar mais ou menos ao normal.

Anyway, uma das coisas que “apareceu” aqui em casa nos últimos tempos foi essa Câmera Wonder Apple, que eu sempre tive curiosidade de testar mas achava que podia ser dinheiro jogado fora, que era meio esquisitinha…mas me rendi. Eu sei que é estranho um “unboxing” sem a caixa, mas é que ela vem numa cartelinha, não tem manual de instruções nem nada disso, é só ela mesmo.

juice2

Ela se chama Juice Camera porque né? é igualzinha à uma caixa de suco. Já perdi a conta de quanta gente eu “enganei” nos últimos dias com ela aqui em cima da mesa disfarçada de comida. O legal dela é que é frescura zero, não tem praticamente nada pra ajustar: é só mirar, fotografar e rezar pro filme não ter queimado depois. Sim! O obturador é o canudinho!! Ahahahah Você gira ele pra ligar e desligar a câmera. Só achei ele meio frágil, então tem que ter cuidado na hora pra não quebrar o canudinho e estragar de vez a brincadeira.

As especificações são:

  • Filme 35mm (aquele que a gente ainda acha facilmente nas lojas)
  • Lente angular 28mm com f/9.5
  • Velocidade 1/100.

 

juice3

Trocando isso tudo em miúdos, quer dizer que ela tem que ser usada em ambientes bem iluminados, senão não vai ficar bacana. Já descartei usa-la de noite ou em lugares muito escuros porque vai ser filme gasto por nada. Como ainda não usei, não sei dizer na prática se valeu a pena, mas vou tentar usar o filme e revelar já nos próximos dias.

juice4

Alguém aí já usou uma Juice Camera? Como foi a experiência?

A quem interessar possa, a minha é da Toy Camera.

Já me segue? Instagram30 Days of ToysTwitterFacebookYoutube • Snapchat (luhtestoni)

Diana Mini

na caixa lomo

Desde que eu me conheço por gente, curto fotografia. Desde os tempos que era tudo analógico, tinha que avançar filme e correr o risco de queimar todas as fotos do seu passeio, eu já achava fotografia super bacana. Tive fotografia na faculdade, já tive trocentas câmeras diferentes, Fotolog, Flickr e todas essas coisas. Depois, fiquei um bom tempo sem mexer nisso, por pura falta de tempo e às vezes de inspiração, mas acabei resolvendo voltar a curtir fotografia um pouco mais.

Nisso, acabei resolvendo comprar uma câmera lomo que tava na minha lista fazia muito tempo: Uma Diana. Tava bem com vontade de comprar uma lomo e acabou sendo minha primeira opção, depois da ActionSampler que eu já tinha (outra hora falo dela). Como no site da Lomography tinha Diana Mini com flash, não pensei duas vezes.

Dica: Se tiver a opção, compre modelos com flash. Facilita muito a vida e a diferença de preço nem é essas coisas.

Como ainda tô usando o primeiro filme, esse post é tipo um “unboxing”, pra quem quiser conhecer a câmera e tudo mais. Farei outro post quando revelar o bendito filme.

diana mini conteudo

Quando chega a caixa e você vê ela super pequena, pensa que não tem nada ali dentro, quando na verdade é cheia de coisas bacanas. Na caixa tem:

  • Uma Diana Mini (cêjura?)
  • Um flash
  • Um adaptador pra outros flashes (aquele trocinho azul ali que parece uma tomada)
  • Filtros para flash (aquelas fitinhas coloridas ali embaixo)
  • Tampa pra lente
  • Manual de instruções
  • Livro “shoot forever” com dicas e fotos.

Como dá pra ver, cabe coisa pra caramba numa caixa tão pequena, e tudo bem útil.

diana acessorios

Dica: sempre deixar a lente tampada quando não estiver usando, pra evitar sujeira, arranhões e essas coisas.

Mas Luh, comofas pra ver a foto?“. Então, pessoa, todas as câmeras lomo são analógicas, ou seja, cê vai voltar no tempo, colocar filme na máquina e depois mandar revelar! Super entendo que só quem realmente curte fotografia ainda tem paciência pra essas coisas, mas enfim.

filme lomo

O filme:

Um dos motivos por eu ter escolhido comprar a Diana Mini agora, é qu ela usa qualquer filme de 35mm, ou seja, ainda “tá fácil” de encontrar e não precisa sofrer muito pra conseguir um lugar que revele. Mas ó: Diana mini tira fotos em “half frame” (metade de uma imagem comum) e formato quadrado. O bacana do half frame é que dobra o número de fotos no seu rolo, mas já vi que tem lugar que não revela, então é sempre bom fazer uma pesquisa antes. E colocar o filme também é fácil:

pondo filme

Eu que sou toda atrapalhada coloquei numa boa e esse vídeo aqui tem tudo bem mastigadinho:

Assim que revelar o primeiro filme venho contar o que aconteceu. Quem curte fotografia? Já usou uma Lomo?

Já me segue? Instagram30 Days of ToysTwitterFacebookYoutube • Snapchat (luhtestoni)